CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA DE CURITIBA

Circula via Facebook e lista da Cicloiguaçu (Entidade Representativa dos Ciclistas de Curitiba) o chamamento abaixo. Recebemo-os do André Feiges, amigo de Bicicletadas e que também é um dos coordenadores da Cicloiguaçu.

PEÇO ENCARECIDAMENTE QUE VENHAM PARTICIPAR DA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA DE CURITIBA (2011), o evento acontecerá no sábado (manhã e tarde) e domingo (manhã) no Memorial de Curitiba (próximo ao Largo da Ordem) e as inscrições poderão ser feitas no local até 12h (meio-dia) de sábado.

Infelizmente, a visão institucional do poder público municipal ainda não nos contempla como PARTE INTEGRANTE E FUNDAMENTAL DA CULTURA URBANA E CIDADÃ, assim nossa participação na Conferência é essencial.

Além deste fato, some-se que nas últimas Conferências foram inscritos (a mando de entidades governamentais) centenas de servidores e comissionados para votarem em massa, confirmando as propostas institucionais e se opondo às propostas populares. Mais uma vez, irmos em peso, ao final de uma bicicletada será uma grandiosa resposta de que nós também temos centenas de apoiadores e nossas relações são de mútua compreensão e de integração.

Ainda, neste ano, a conferência passa por um profundo problema: A mudança dos eixos de debates a serem realizados…

Em 2009, na II Conferência Municipal de Cultura, os Eixos Temáticos era propícios ao debate político-cultural inclusivo, crítico, digno do exercício da cidadania participativa e democrática, sendo eles os cinco abaixo:

1) Produção Simbólica e Diversidade Cultural
2) Cultura, Cidade e Cidadania
3) Cultura e Desenvolvimento Sustentável
4) Cultura e Economia Criativa
5) Gestão e Institucionalidade da Cultura

Este tipo de abordagem metodológica permite debates transversais entre as diversas vertentes e também segmentos culturais.

Em 2011, infelizmente, não foi seguido o caminho realizado em 2009, e de forma arbitrária, a comissão organizadora da Conferência propôs novos Eixos Temáticos, que esvaziam o debate e segregam as expressões culturais. São os eixos propostos:

1) Patrimônio natural e cultural;
2) Espetáculos e Celebrações;
3) Artes Visuais e Artesanato;
4) Livros, Periódicos e outros suportes documentais;
5) Audiovisual e Mídias interativas;
6) Design e Serviços Criativos.

Mesmo que a intenção fosse debater os setores/segmentos culturais em isolado, vemos a completa falta de perspectiva para discussão sobre a música, canto, folclore e expressões populares. Entendemos que esta visão somente encontra justificativa numa visão estritamente mercadológica de cultura, transformado-a num mero produto de mercado e assim tirando-lhe todo o caráter humano.

Embora não seja a intenção da Comissão Organizadora, nós, cidadãos, artistas, produtores e gestores, organizados em Conferência Livre e Autônoma, recursos para evidenciar e obrigar que o Regimento Interno da Conferência (onde estão determinadas as formas de participação e os eixos temáticos) seja apresentado, debatido e votado ponto-a-ponto na Plenária Inicial.

Se, juntos, unidos, presentes, VOTARMOS HOMOGENEAMENTE para a mudança dos eixos temáticos de forma a contemplar os pontos já discutidos na Conferência de 2009, poderemos incluir o debate sobre a Cultura Ciclística ao menos dois eixos, como:
a) Cultura, Cidade e Cidadania
b) Cultura e Desenvolvimento Sustentável

Reforço o pedido, VENHAM TODOS, façam do Memorial de Curitiba o ponto-final da Bicicletada Especial de Dezembro e contribuam para a inserção da bicicleta na cultura local.

De toda a forma, vindo ou não, COMPARTILHE este post, para esclarecer e convidar seus amigos! JUNTOS PODEMOS MAIS! =)


Interaja! Se gostou ou desgostou, deixe aqui seu ponto de vista: