Doutor Ricardo Rosa praticamente mata ciclista e diz que “não viu”

Ricardo Rosa, médico que já foi socorrista, conforme reportagem da Rede Record, atropelou violentamente o ciclista Rafael de Almeida Oliveira, que teve traumatismo craniano e está entre a vida e a morte na UTI do Hospital Cajuru em Curitiba. O atropelamento aconteceu na segunda-feira, dia 1º deste mês e o condutor do veículo só se apresentou na Delegacia de Trânsito no dia 5, sexta-feira.

Ricardo Rosa, 4 dias depois de atropelar ciclista se apresenta à Polícia, faz seu depoimento e é liberado, inclusive para continuar dirigindo

Ricardo Rosa, 4 dias depois de atropelar ciclista se apresenta à Polícia, faz seu depoimento e é liberado, inclusive para continuar dirigindo

Segundo os relatos da reportagem acima, primeiro ele diz que o ciclista estava na contramão e, depois, diz não ter visto nada. Conforme o advogado – do generosamente chamado de “suspeito” por toda a grande mídia que noticiou este “acidente”-, Ricardo Rosa fugiu por ter medo de assalto e que pensou que havia sido atingido por uma pedra.

Pela imagem que pode ser vista nesta outra reportagem, a velocidade em que Ricardo Rosa conduzia seu carro não era das menores, as imagens falam por si.

No site da Bicicletada Curitiba a ciclista Fabiane Balvedi escreveu um irretocável manifesto que pode ser subscrito por todos que concordarem com as incisivas e fáticas palavras de uma das fundadoras da Cicloiguaçu – Associação dos Ciclistas de Curitiba e Região.

Vale lembrar que no ordenamento jurídico brasileiro não existe enquadramento penal para acidentes de trânsito. Porém, a omissão de socorro é prevista no Código Penal e está tipificada no Artigo 135, com previsão de pena de 1 a 6 meses que pode ser duplicada se causar lesão corporal grave e, triplicada se resultar em morte.

Somos todos Rafael de Almeida Oliveira! Pedalamos, não poluímos, não congestionamos e como inversa e ingrata recompensa estamos a todo instante sendo bárbara e covardemente agredidos, feridos e mortos pela pressa, pelo prepotência e pela desumana falta de respeito que impera nas vias públicas de nosso país.


6 ideias sobre “Doutor Ricardo Rosa praticamente mata ciclista e diz que “não viu”

    • “quando puder” ele vai lá visitar o ciclista, porque tem “outros” pacientes para atender…Tão sensível o Doutô né?!?!

  1. Se este senhor diz que não viu o ciclista, então deve ter a carteira dehabilitação cassada, pois esta com grave problema de visão (é cego dirigindo)

    • É Gilmar…tantas medidas e providências que poderiam ser tomadas contra os infratores que se prevalecem de estarem dentro de 1 tonelada de lata para sujeitar os mais fracos – pedestres e ciclistas. Mas infelizmente, a cultura a qual estamos submetidos assente implicitamente que, as ruas são os reinados dos carros.

  2. Bicicletas são invisiveis! sempre que vou abortar algum motorista que me fechou, ou não me deu passagem, eles sempre alegam isso!

    É como eu sempre digo: quer matar alguem e sair impune? simples, atropele ela, passe com o carro por cima, não vai acontecer nada com voce, no maximo terá alguns pontos na carteira ou ficará suspensa por um tempo.
    A sociedade é conivente com crimes de transito, num caso desses, o condutor imediatamente deveria ter sua carteira apreendida, e responsável por todo o tratamento da vitima e indenização, e ainda pagar pelo crime da omissão de socorro.
    Como médico teoricamente ele fez o juramento de Hipócrates, deveria ter o seu registro cassado também.

Interaja! Se gostou ou desgostou, deixe aqui seu ponto de vista: