Ciclista Antônio Lima, sofre forte queda em treino hoje pela manhã

Lima, consciente, conversando e já sentado após a queda

Lima, consciente, conversando e já sentado após a queda

É com muito pesar que informamos um acidente – na verdade uma queda – do nossa amigo Antônio Lima. Voltávamos da mina (Gilliard França e eu), há uns 5 km do final do concretão da Itambé e, de longe avistamos aquele aglomerado de ciclistas fora da pista. Sinal de problema. De longe percebemos que se tratava de algo mais grave do que um simples pneu furado.

Ao chegar junto aos  ciclistas nos deparamos com o Lima deitado no chão com escoriações no joelho e na perna esquerda. Depois de alguns minutos ele conseguiu se levantar, mas com queixa de muita dor na região lombar. Em momento nenhum ele perdeu a consciência e demonstrava pleno domínio de suas faculdades mentais.

A queda

Curva onde aconteceu a queda. Prova de amizade, foi o companheirismo e todo apoio dado, por todos, que estavam acompanhando o Lima.

Curva onde aconteceu a queda. Prova de amizade, foi o companheirismo e todo apoio dado, por todos, que estavam acompanhando o Lima.

Segundo informações dos colegas que estavam no respeitável pelotão de 7 atletas, o problema foi o vão entre os blocos de concreto de que é pavimentada a via. Um dos vãos, mais aberto, provavelmente travou a roda do Lima, justo numa descida em que os atletas desenvolviam alta velocidade. A queda foi grave, porém, felizmente, não trouxe maiores consequencias, ao menos, aparentemente. Resta agora sabermos os resultados dos exames (radiografia e exames clínicos) realizados no Hospital para o qual o Lima foi enviado, pela ambulância do Siate que fez o atendimento. A bicicleta, aparentemente, saiu ilesa.

2012. Num ano de muitos títulos, Antônio Lima, venceu também, na master, O 1º Circuito Batel de Ciclismo

2012. Num ano de muitos títulos, Antônio Lima, venceu também, na master, o 1º Circuito Batel de Ciclismo

O nosso amigo Antonio Lima, vale lembrar, em um ano de competições, já conquistou significativos resultados nas provas em que participou, a maioria delas na categoria master. Foi campeão da Clássica Copa Hans Fischer em Santa Catarina. Campeão também da Copa Curitiba de Ciclismo. Campeão na primeira edição do Circuito Batel de Ciclismo e, no final do ano passado, foi vice-campeão no duríssimo circuito do Desafio Márcio May. Além de ter sido vice campeão metropolitano em Curitiba.

Vamos todos ficar na torcida para que, o quanto antes, possamos encontrar o Lima pelas estradas novamente e, claro, participando também da Copa Panga, onde ele, na maioria das vezes que participou, sempre ficou entre os top 5.

 

Mais um ciclista morto na região metropolitana de Curitiba

Kombi que atropelou o ciclista Antônio Sezo Luiz, de 30 anos

Kombi que atropelou o ciclista Antônio Sezo Luiz, de 30 anos. Foto: Juliano Cunha

É com muito pesar que noticiamos a morte de mais um ciclista. Desta vez, foi o Antônio Sezo Luiz, 30 anos, na rodovia BR-277, no município de São José dos Pinhais. O ocorrido foi na terça-feira, à noite, por volta das 22 horas, no sentido litoral da rodovia, próximo ao Km 84.

Segundo informações prestadas por testemunhas, o ciclista teria tentado atravessar a rodovia, quando foi atingido em cheio por uma Kombi.

Pelo estrago da bicicleta dá para imaginar a violência do choque

Pelo estrago da bicicleta dá para imaginar a violência do choque. Foto: Juliano Cunha

Após o atropelamento ele ainda foi barbaramente esquartejado por mais 3 carros que passaram sobre seu corpo. Dispensável dizer que a morte foi imediata.

Com informações da Banda B e BondeNews

Marcio Kurkevicz vence a Copa Panga (15/01/2013)

De forma inconteste, Marcio Kukevicz, fatura a Copa Panga. Prova realizada no dia 15 de janeiro de 2013

De forma inconteste, Marcio Kukevicz, fatura a Copa Panga. Prova realizada no dia 15 de janeiro de 2013

Reunindo o que há de melhor no pelotão de elite do ciclismo paranaense – a maioria deles inclusive, atletas de renome nacional e internacional -, a Copa Panga, desta terça-feira, foi de encher os olhos do pequeno, porém, entusiasmado público que compareceu ao Autódromo Internacional de Curitiba. Continuar lendo

Começando a andar de bicicleta em Curitiba (parte II)

Qual o Melhor Caminho?

Meia Ciclofaixa da Av. Mal Floriano, em Curitiba. Meia na extensão e na largura.

Meia Ciclofaixa da Av. Mal Floriano, em Curitiba. Meia na extensão e na largura.

Depois de falar da distância – no primeiro post desta trilogia-, outro aspecto que, definitivamente,  as pessoas percebem como sendo uma das principais dificuldades para começar a pedalar é a “falta” de um caminho tranquilo.

Este é, talvez, o ponto crucial, para a decisão daqueles que querem optar pela bicicleta. Como já foi falado, as ruas estão mais cheias – e vagarosas – do que as linhas de montagem, muitos carros em ordinários congestionamentos. Continuar lendo

Prefeito vai pedalando à posse em Curitiba

Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, toma posse de bicicleta

Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, toma posse de bicicleta

Hoje 01/01/2013 aconteceu a posse de prefeitos no país todo e aqui em Curitiba o  Prefeito Gustavo Fruet fez isso indo de bicicleta da Câmara dos Vereadores até a Prefeitura, isso mostra que nosso espaço aos poucos está sendo visto pelos governantes e que não estamos sózinhos nesta luta em termos mais ciclovias, ciclofaixas entre outros espaços próprias para os ciclistas. Continuar lendo

Você conhece a história e os benefícios do ciclismo???

James Moore

James Moore

O ciclismo é um dos esportes mais tradicionais no mundo, principalmente na Europa, onde é considerado o esporte número um. Esse esporte data do século XIX, quando surgiram as primeiras bicicletas de competição e também as primeiras provas, sendo a mais tradicional o Tour de France. A primeira corrida que se tem registro data de 31 de Maio de 1868, realizada no ‘Parc de Saint-Cloud’, em Paris, e foi vencida pelo britânico James MooreContinuar lendo

Bora Pedalar?

Alongue-se, antes e depois de pedalar!

Antes de sair para pedalar, é importante fazer uma série de alongamento. O alongamento aquece os músculos e elimina o ácido láctico, o que evita dores musculares. Quanto mais alongado o ciclista estiver, mais rápido vai pedalar e sentirá menos cansaço no final. Alongue-se sempre! Assim você evita dores musculares, relaxa, previne lesões e fica mais flexível!Mas antes de alongar é necessário aquecer a área que será alongada para evitar lesões. Continuar lendo

Começando a andar de bicicleta em Curitiba

Arte de Valdinei Calvento do blog http://igualvoce.wordpress.com/

Em minhas pedaladas por Curitiba, tanto para o trabalho quanto para faculdade, tenho percebido um aumento significativo de ciclistas pelas ruas. Não disponho de estatísticas ou dados oficiais, trata-se apenas de uma constatação empírica.

E não é para menos. Os constantes e ordinários congestionamentos em que se transformaram as ruas de Curitiba e os lotadíssimos ônibus de um transporte coletivo caro, que um dia já foi modelo e que nos últimos anos perdeu mais de 30% de seus usuários, fazem com que o cidadão busque outras formas de andorinhar pela cidade. Muitos querem fugir, ou dos congestionamentos, ou dos ônibus lotados e a bicicleta pode ser uma excelente alternativa, mas… Continuar lendo

Ciclovia + Saúde = Economia + Qualidade Ambiental

Recentemente, várias pesquisas estão sendo publicadas pelo Brasil afora, assim como no mundo todo, sobre os benefícios do uso da bicicleta, mas o que devemos notar são os outros aspectos que estão envolvidos no ato de pedalar, são tantos os benefícios que chega a ser intrigante porque a população ainda não optou, em massa, por este sustentável modal. Continuar lendo

As políticas públicas para as bicicletas em Curitiba

Rafael Milani Medeiros. Foto retirada de: bicicletas.org.br

Recém titulado, Mestre, pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana (PPGTU) da PUC-PR, Rafael Milani Medeiros, em seu trabalho: Formação de Política Pública para o Aumento do Modal da Bicicleta em Curitiba, presenteia todos os curitibanos que lutam por melhores condições para o usa da bicicleta na cidade com uma série de excelentes – e científicos – argumentos em prol desta causa.

É crescente em Curitiba o número de ciclistas. Nas redes sociais proliferam grupos de amigos que se reúnem para treinos, passeios e viagens de cicloturismo. Na internet são dezenas de blogs de entusiastas, atletas e cicloativistas. Continuar lendo