Pedalaço contra o Tarifaço

Pedalaço contra o Tarifaço de Pinhias à CuritibaNesta segunda-feira, dia 9 de fevereiro, o pessoal do Pedala Pinhais promoverá um duplo protesto, ao qual estão chamando de: PEDALAÇO.

Duplo porque pretende se manifestar pelo transporte, seja de ônibus ou então de bicicleta. Com a desintegração da rede entre os ônibus metropolitanos e os da capital, todos os moradores das cidades vizinhas de Curitiba sofrerão amargamente, os de Pinhais inclusive. Primeiro que a passagem vai subir mais do que a de Curitiba e, segundo porque grande parte dos beneficiados pela integração terão que pagar 2, ou até 3 vezes mais passagens para chegar ao destino de trabalho ou estudo.

Intimamente associado a esta questão, está o fato de que não existe estrutura para que as pessoas possam usar de meios alternativos, como a bicicleta por exemplo. Sequer existe um Plano Cicloviário em Pinhais, realidade que não deve ser muito diferente nas demais cidades da Região Metropolitana.

Segundo Rodrigo Gaya, professor de yoga e um dos organizadores do evento, “grande parte das pessoas poderia se livrar da precariedade e do preço abusivo do transporte coletivo usando a bicicleta, mas infelizmente, não dispomos de ciclovias nos eixos de transporte e nem do respeito dos que estão motorizados”. Ele faz um apelo e convoca todos os ciclistas de Curitiba e da região para que, “venham fazer a pedalada de segunda-feira a noite com a gente e engrossar o caldo do PEDALAÇO, para mostrarmos às autoridades que nós existimos e precisamos de espaço para transitar com segurança”.

O PEDALAÇO terá concentração em frente à Câmara Municipal de Pinhais, dia 9/02, segunda-feira, às 17h; saída às 17h30min, indo pela João Leopoldo Jacomel, continuação da Victor Ferreira do Amaral, em direção à Praça Santos Andrade em Curitiba.